O QUE IRÃO DIZER QUANDO VOCÊ PARTIR?

 

funeral

Certa vez dando aula, questionei com os alunos, o que eles gostariam (se pudessem) de ouvir no seu próprio funeral, e uma aluno espirituoso disse: ” Ele está abrindo os olhos.” Todos caímos na risada…

Mas, tirando a brincadeira de lado, e fazendo uma reflexão mais profunda para nós mesmos podemos questionar:

Tenho vivido uma vida em que me orgulho do que já fez ou faço?

Desperto pela manhã com disposição para enfrentar a agenda do dia e, o faço com motivação e certeza que poderei fazer o melhor?

O que faço no dia a dia, estou contribuindo para um mundo melhor?

No meu fazer diário tenho tido solidariedade com os que me cercam?

Tenho recebido retorno das pessoas ao meu redor de que o meu modo de me relacionar, traz esperança, e motivação para os que estão comigo no cotidiano?

No que faço o amor, perdão e esperança estão presentes?

Vivo com fé em Deus de um modo que contagio outras pessoas para ter esperança de fazer o melhor e ter esperança de que a vida não para aqui?

Guilherme Falcão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s