A TRANSITORIEDADE DO AMOR

Casal brigado..images.2

O amor eterno é o amor impossível. Os amores possíveis começam a morrer no dia em que se concretizam.
Raquel De Queiroz

O amor começa quando uma pessoa se sente só e termina quando uma pessoa deseja estar só.

Leon Tolstói

O amor nasce do desejo repentino de tornar eterno o que é passageiro.

Ramón Gómez de la Serna

Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses.

(Rubem Alves)

Amor

Luís Vaz de Camões

Amor é fogo que arde sem se ver;

É ferida que dói e não se sente;

É um contentamento descontente;

É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;

É solitário andar por entre a gente;

É nunca contentar-se de contente;

É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;

É servir a quem vence, o vencedor;

É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor,

Nos corações humanos amizade, Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Anúncios

Um pensamento sobre “A TRANSITORIEDADE DO AMOR

  1. Acredito que só conseguimos a felicidade, no sentido de saber valorizá-la, após termos experimentado algum sofrimento.

    É sabido também que, salvo raras exceções, o amor tende a esfriar um pouco com o passar dos anos, então talvez seja por isso que Nietzsche tenha recomendado que nos unamos com quem seja prazeroso… conversar!
    Acresecentaria ainda que é preciso admirar essa pessoa, ter nela inspiração pra vida, e, fundamental, que ela nos compreenda e ns toque a alma…de algum modo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s