COMO SUPERAR A “ARTE” DE RECLAMAR DA VIDA?

A vida é Superação quando cultivamos aquilo que há em nós que já nos deu muitas vitórias:

Cultivar a força e não se fixar na fraqueza

Cultivar o amor e não se grudar na mágoa e ressentimento

Cultivar a esperança e não olhar o que não deu certo

Cultivar a alegria da vida e evitar pensamentos e sentimentos tristes

Celebrar os ganhos e agradecer as perdas que proporcionaram estes ganhos

Apreciar a natureza e cultivá-la

Ter fé em Deus e esperança na vida!

Guilherme Falcão – Filósofo

Anúncios

5 pensamentos sobre “COMO SUPERAR A “ARTE” DE RECLAMAR DA VIDA?

  1. Não posso negar, reclamo muito ainda. Mas desde que trabalhei na APAE, aprendi umas coisinhas…Que ri mais quem se propõe a rir, independente da vida que tenha;que nada nem ninguém é perfeito, e isso é regra, então não adianta ficar esperando perfeição.
    O importante é tentar, aproveitar, viver cada momento, tudo passa…e o pouco pode se tornar muito, pela gratidão…Que ter alguém torcendo por nós é uma graça sem tamanho; e, o mais importante, que há um Deus, que ama o justo e atende o oprimido.
    No mais , é vigiar, pra não exagerar na reclamação. Afinal, gente mal-humorada é chata!

    • Nessa linha de aproximae7e3o codsmuinor/empresa, vejam mate9ria da c9poca Negf3cios, de junho:“As empresas erram”Tratar as redes sociais de maneira semelhante e0 meddia tradicional e9 um equedvoco, afirma o especialista americano em tendeancias e futuro dos negf3cios.( )Nos prf3ximos anos, o cotidiano das empresas devere1 ser profundamente afetado por uma nova forma de organizae7e3o, que priorizare1 a comunicae7e3o e o trabalho realizado em redes colaborativas, chamadas worknets. Isso tambe9m pressupf5e um relacionamento franco com os codsmuinores, que ne3o pode ser controlado pelas empresas.( )c9 este o cene1rio projetado pelo americano Christopher Meyer, especialista em tendeancias, presidente da empresa de pesquisa para o futuro dos negf3cios Monitor Networks de 2004 a 2009 e colaborador da Harvard Business Review. “Ne3o he1 mais como voltar atre1s. As empresas bem-sucedidas no futuro sere3o aquelas que aprenderem a lidar com as novas ferramentas oferecidas pela tecnologia”,( ) A contratae7e3o de funcione1rios jovens que entendam de redes sociais pode ser um bom comee7o.( ). Oue7am seus funcione1rios nativos digitais, porque eles tere3o novas ideias. Antes, o mais comum era que nenhuma grande mudane7a ocorresse durante a carreira de um gestor. Agora este1 claro que tudo o que vocea aprendeu na escola ne3o sere1 verdadeiro pelo resto de sua vida. Acredito que o alinhamento em redes vai exigir tambe9m profissionais mais abertos. Alguns veem os negf3cios como um jogo de tudo ou nada, onde duas pessoas ne3o podem sair ganhando. Aqueles que acreditam que a colaborae7e3o cria um valor novo que pode ser compartilhado sere3o mais bem-sucedidos do que aqueles que dizem que existe uma fanica torta a ser partilhada.( )O acesso universal e0s informae7f5es torna muito mais fe1cil pressionar as grandes empresas. Para lidar com isso, as companhias devem estar abertas a ouvir o que este3o falando delas fora de suas paredes e estabelecer uma estrate9gia coerente para decidir o que elas consideram de sua responsabilidade e o que ne3o.( )A indfastria promove a infraestrutura que ajuda os codsmuinores a conversarem e, ao mesmo tempo, e9 beneficiada, porque pode ouvir seus anseios.( )Este3o fazendo muita coisa errada, ao tratar as redes sociais quase que da mesma maneira como tratam a meddia tradicional. Geralmente, he1 uma disputa entre o marketing, que procura estabelecer uma conversa franca com o codsmuinor, e o jureddico e o comercial da empresa, que se3o contra esse die1logo. As companhias correm como uma manada para as redes sociais, mas ainda ne3o sabem o que realmente e9 eficaz. Deveriam comee7ar de fato com a perspectiva de que tere3o um die1logo franco com o codsmuinor, sobre o qual ne3o team o controle.( )Outra profisse3o a surgir pode ser a do constituency manager, executivo response1vel por gerenciar as e1reas de relae7e3o com os clientes, ( )Uma e1rea que com certeza este1 longe da maturidade e9 a da tecnologia de colaborae7e3o. Ela continua a mudar muito rapidamente e ne3o vejo o fim disso. Acho que tecnologias elaboradas de realidade virtual se3o complexas e ate9 agora ne3o parecem ter funcionado. As wikis aparentemente este3o tendo bons resultados, assim como os grupos de discusse3o.

    • Infelizmente o ECA tirou dos Pais a responsabilidade em dar Educae7e3o aos fihols.,Hoje temos jovens desrespeitando os Pais/Me3es e Professores, que se3o humilhados em plena sala de aula.Quando conversamos de forma severa com uma criane7a e um jovem ainda somos intimidados dizendo que ve3o ao Forum fazer uma reclamae7e3o.Fala se9rio Pessoal Educae7e3o e9 obrigae7e3o de Pai e Me3e.agora temos o governo tendo que tomar medidas energicas ate9 com referencia a fechamento de casas noturnas.abrae7o e9 f3timo servie7o a todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s