O AMOR É UM CONTENTAMENTO DESCONTENTE?

Amor é fogo que arde sem se ver;

É ferida que dói e não se sente;

É um contentamento descontente;

É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;

É um andar solitário entre a gente;

É nunca contentar-se de contente;

É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade.

É servir a quem vence o vencedor;

É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor, nos corações humanos amizade;

Se tão contraditório a si é o mesmo amor?

Luís de Camões

Quem realmente compreende o amor?

Anúncios

4 pensamentos sobre “O AMOR É UM CONTENTAMENTO DESCONTENTE?

  1. “Quando te sinto ausente
    ficar sozinho
    já não cabe em mim.”

    Afinal, amor é algo que não se explica, não tem receita, não tem modelo.
    Uns amam quem lhe faz bem, outros amam o que só faz sofrer, alguns amores
    levam ao equilíbrio, outros à ruína. E não adianta, em relação à dois, “ninguém mete a colher”. Então, cada um percorre esse caminho até onde cabe a sua compreensão, a sua maturidade, o seu comprometimento em ser feliz.
    Pra mim, relação tem que ser mais que eu sozinha,presisa acrescentar, tem que ter encanto, cumplicidade, e deve doer pouco, porque quem ama cuida e pesa as ações para não ferir o outro. Quem ama se preocupa com o bem estar do outro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s