VIVER MUITO PARA QUÊ?

 O que vale não é o quanto se vive…mas como se vive..

Martin Luther King
Nós que fazemos parte da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia – SBGG, lutamos durante décadas para que o idoso brasileiro possa gozar dos seus direitos e viver bem. Sabemos porém que não é a quantidade de vida que dá qualidade de vida, mas sim, a qualidade de vida dá uma boa vida saudável.

Daí este pensamento de Martin Luther King, expressar bem a nossa preocução, não é só o tempo de vida, mas, que diferença eu faço no meu viver, isto sim vai fazer uma grande diferença. Que sentido eu dou a minha vida? Sou solidário ao meio em que estou vivendo?

Anúncios

QUE FAZER COM A CULPA VERDADEIRA?

A verdadeira culpa é, principalmente, você não ousar ser você mesmo. É o medo do  julgamento dos outros que nos impede de sermos nós mesmos”. PaulTournier (1898-1987),médico suíço, autor de vários livros, foi o introdutor da Medicina da Pessoa.

Vivemos em uma sociedade que exige de cada um de nós, que tenhamos sucesso em tudo. Não podemos perder em nada: nos relacionamentos com família, amigos e em geral. Não podemos perder em bens, status, poder e influência. Ficamos deste modo quase que “obrigados” a mostrar e demonstrar que somos vitoriosos em tudo. E isto nos infunde um “sentimento de culpa ou falsa culpa.” Ousemos ser o que nos verdadeiramente somos, embora com amor! Sempre com Esperança e Fé!

GUARDAR SEGREDOS PROVOCA SOLIDÃO?

Frase do médico  Paul Tournier: Nada nos deixa tão solitários quanto nossos segredos!

IMAGEM PESSOA SOLITÁRIA NO MUNDO VIRTUAL
A ilusão do mundo virtual no que diz respeito a solidão! Nem sempre passar a maior parte do tempo no mundo virtual, nos tira da solidão.
Há situação em que nada pode se comparar ao compartilhar olho no olho, ser tocado e tocar. Sertir plenamente a presença do outro(a).
 Quando compartilhamos nosso sofrimento e dor com alguém que nos respeita,escuta, conforta e nos ajuda a encontrar uma superação desta angústia que nos aflinge, isto é um bálsamo para a nossa vida.
Quando o contrário acontece, nos tornamos solitários.

SER LIVRE E RESPONSÁVEL, É TOMAR ATITUDES!

Pode-se tirar tudo de um homem exceto uma coisa: a última das liberdades humanas – escolher a própria atitude em qualquer circunstância, escolher o próprio caminho.Viktor Frankl

Ser livre é ser responsável, e com liberdade conduzir a minha vida de um modo responsável e assim conseguir viver bem e conviver em família, com o meio e fazer diferença na sociedade de tal modo que eu consiga ser solidário com os que sofrem e me alegrar com os que se alegram. Guilherme Falcão 

É MELHOR ARRISCAR-SE E NÃO SE ACOMODAR!

“É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar. É melhor tentar, ainda que em vão que sentar-se, fazendo nada até o final. Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias frios em casa me esconder. Prefiro ser feliz embora louco, que em conformidade viver.”

Martin Luther King

 

 

Você tem adiado questões importantes de tua vida, por medo, insegurança ou comodismos? Desejo que tenhas muita coragem, força, fé e esperança!
Guilherme Falcão

VIVER MUITO PARA QUÊ?

 O que vale não é o quanto se vive…mas como se vive..

Nós que fazemos parte da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia – SBGG, lutamos durante décadas para que o idoso brasileiro possa gozar dos seus direitos e viver bem. Sabemos porém que não é a quantidade de vida que dá qualidade de vida, mas sim, a qualidade de vida dá uma boa vida saudável.
Guilherme Falcão
Daí este pensamento de Martin Luther King, expressar bem a nossa preocução, não é só o tempo de vida, mas, que diferença eu faço no meu viver, isto sim vai fazer uma grande diferença. Que sentido eu dou a minha vida? Sou solidário ao meio em que estou vivendo?
Guilherme Falcão